POSSÍVEIS CONTRIBUIÇÕES DA ARQUITETURA PARA REINSERÇÃO SOCIAL DA POPULAÇÃO DE RUA

Luany Ferreira da Silva

Resumo


A condição de morar nas ruas é um fenômeno que se estende no mundo todo e que envolve vários aspectos econômicos, psicológicos, sociais, urbanísticos e políticos.
Este artigo trata da pesquisa sobre a população em situação de rua, e busca
compreender algumas razões que levam essas pessoas a utilizarem as ruas como moradia. O trabalho possui considerações relevantes, o contexto histórico, o perfil da população em situação de rua, as situações atuais envolvendo o termo “arquitetura hostil” e a função social da arquitetura. O principal objetivo deste trabalho é entender as reais necessidades desta população, analisando os equipamentos disponíveis para atendimento e acolhimento, buscando a melhor solução e as possíveis contribuições da arquitetura para a reinserção social da população em situação de rua, através da metodologia de revisões bibliográficas e estudos de casos de locais de acolhimento e apoio a moradores de rua. A importância de abordar esse tema está ligada a necessidade de cumprir com os direitos dessa população que é tão esquecida pela sociedade, garantindo-lhes acolhimento digno e que auxiliam na transição na condição de habitar as ruas, para uma vida estável.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.